Como funciona a sessão de Psicoterapia?

 

 

"A Psicoterapia fornece todas as ferramentas para o indivíduo se fortalecer diante das dificuldades enfrentadas ao longo da sua existência. Por traz do sintoma existe a pessoa que sofre, devemos sempre lembrar disso. A medida que a pessoa se percebe acolhida em um ambiente seguro seu sintoma tende a diminuir, pois este sintoma, ocupa principalmente no início do processo psicoterapeutico um lugar muito maior, surge como um grito de socorro, denunciando a complexidade do ser humano e a necessidade de organização". (Rejane Sá)

 

Os atendimentos tem duração de 50 minutos.

É muito importante chegar no horário marcado.

 

Na primeira sessão ouvimos a queixa do paciente e é com base nela que teremos uma ideia do que está acontecendo e  o que deverá ser feito ao longo do tratamento.  É muito importante estabelecer um vínculo positivo com seu terapeuta.  Nós, profissionais precisamos ser honestos com o paciente e se, não houver empatia,  não há progresso. Neste caso, procure um outro profissional que passe segurança e confiança.

 

Não é por acaso que os atendimentos são realizados uma ou duas vezes por semana, sempre no mesmo dia e horário. Esta configuração ajuda na organização do psiquismo do paciente. Quando uma pessoa chega para ser atendida, na grande maioria das vezes, está em crise, passando por muito sofrimento, se encontra frágil, perdido, desprotegido e desorganizado em todos os sentidos. O profissional precisa passar segurança,  fornecer um ambiente de acolhimento para esse sofrimento para que o paciente se sinta mais seguro  e com o passar do tempo, com o avanço do tratamento, se sentir mais forte para tomar atitudes que antes não conseguia por medo e ou insegurança.

 

O que leva uma pessoa a procurar terapia?

 

No meu consultório, são três, os motivos que levam a pessoa a buscar um tratamento. O primeiro é quando a pessoa está em crise por algum conflito conjugal, passando por uma separação, mudança de cidade ou curso, nascimento de um filho, dificuldade no relacionamento com os pais e parentes, desemprego, perda de um ente querido etc... O segundo motivo é quando o paciente apresenta algum sintoma que o impede de exercer as suas atividades, restringindo e limitando-o severamente como por exemplo crises de panico, depressão, ansiedade, agressividade e o terceiro quando a pessoa quer se conhecer melhor, se descobrir.  

 

O ideal seria que todos procurassem uma terapia para se conhecer melhor, mas aquele que está em crise e aquele que está apresentando algum sintoma também vai passar por esse processo de autoconhecimento.

 

Afinal, qual o objetivo da terapia?

 

Ouço algumas pessoas falando "O terapeuta não vai resolver minha vida" . Realmente, nós não somos nada sem você, o nosso material é a sua vida contada num ambiente protegido e sigiloso. A partir do momento, que você vai contando a sua história e com ajuda do terapeuta através de pontuações e intervençoes, vai identificando todo um emocional envolvido e isso é fundamental para se conhecer melhor emocionalmente. Ficando mais consciente das suas necessidades e desejos saberá com muito mais facilidade decidir e direcionar sua vida. Você precisa voltar a ser o protagonista da sua história. Você está no comando da sua vida! Lembre-se quem decide é você e o seus desejos, necessidades, a sua opinião é muito importante!

 

O Site está em construção. Em breve mais atualizações!

 

Compartilhar na mídia social

UA-96565172-1